jueves, 16 de junio de 2011

"Impressionista" de Adélia Prado, cantada por Szveglia



Uma ocasião,
meu pai pintou a casa toda
de alaranjado brilhante.
Por muito tempo moramos numa casa,
como ele mesmo dizia,
constantemente amanhecendo.

1 comentario:

Nausica dijo...

Me encantó. Tan simple